Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Quisera


Quisera perder o folego

Na tua boca faminta.

Quisera tirar a roupa

Para tuas mãos passear

Em meu corpo.

Quisera ser toda tua

Numa entrega louca

De corpos se buscando.

Foto retirada: http://umolharsobreomundo.blogs.sapo.pt/tag/filhos

 

Quisera me encontrar

Saciada, ofegante

E deitada, no teu colo

Nu, suado e relaxado.

Quisera que fosse tudo verdade

Quisera sim, que fosse tudo verdade.

 

Jacinta Santos
11/07/13
 
 

Belíssima interação do poeta
Daniel Miquelavez, obrigado por sua participação.

 

Quisera eu despir a tua alma,/amparar os teus gritos nessa cama,/brincar na tua chuva e sujar-se de lama,/quisera eu devorar o teu espirito,/provar esse mel sem absinto,/quisera eu ouvir os teus gritos te loba,/fazer dançar-te rumba,/tatuar-te com o meu pincel,/quisera eu lamber o teu favo de mel,/voar com os teus desejos lunar,/amar-te e pintar-te até o sol raiar,/quisera eu poder sonhar, /nesse corpo de donzel,/usar a minha caneta no teu papel,/quisera eu fazer tudo,/fazer-te feliz, sorrir e voar,/transformar esse lodo,/mergulhar no teu mar...!14/07/2013

 

 


 

2 comentários:

  1. OLÁ,JACINTA

    Sou seu seguidor há algum tempo, andei meio sumido e agora volto pra valer.

    Seu blog manteve uma linha de extraordinária coerência, na temática das suas postagens.

    Não é elogio, e sim, uma simples constatação.

    Lembro que meus blogues continuam por lá, esperando por você.

    -HUMOR EM TEXTOS
    -COMO ERA FÁCIL FAZER SEXO
    -FOTOFALADA
    -SEXO É UM PRODUTO DE CONSUMO
    -FALANDO SÉRIO

    Um abração carioca e estarei sempre por aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Paulo
      Bom saber que você está de volta, obrigado pela observação em relação as minhas postagens. Abraços!

      Excluir

Fique há vontade, pode comentar.