Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Frio

É sábado chuvoso.
frio.
Abraço meu corpo
que arrepia-se e
chora a ausência
de um abraço teu.





Jacinta Santos
28/04/2018

terça-feira, 24 de abril de 2018

Falando de amor


E sobre o amor?É isso,
Te tira o chão
E te coloca para voar.
Te dá a certeza da firmeza
Do abraço mais gostoso,
Mas planta borboletas que
Emitem raios frios no estômago.
Te rouba o sono,
Mas te faz dormir com a
Tranquilidade de quem vai acordar
No aconchego dos braços de quem
Sempre sonhou estar.
E sobre o amor?
É sorrir teu mais lindo sorriso com os lábios, olhos e coração.

Meu amor Josenir Silvério e eu







Jacinta Santos
24/0418

sábado, 30 de setembro de 2017

Amores de Verão

O vento sopra quente,
As tardes estão cada vez mais escaldantes,
Busco a sombra da nossa árvore favorita.
Céu azul, azul-anil, sem nuvens.
É verão.

Foto: Diego Silva Veras


Não é nas tardes de verão que as paixões avassaladoras acontecem?
Onde está você que vai incendiar meu corpo?
Calor, horizonte distante, trêmulo...
Tudo aberto e meu peito sufocado.
Já é verão.
Casais passeiam a beira do lago...
Distante, muito distante vejo nossa história se repetindo
Naqueles jovens casais...
Tarde quente de verão
Paixão!
Aqui no peito meu remoem lembranças,
De ardentes tardes de paixões,
Levadas pelo tempo,
Dos tempos que acreditei em amores vindouros,
Mas não passaram de paixões dos dias e noites quentes de verão.
 Jacinta Santos
30/09/17
  




sábado, 23 de setembro de 2017

Quando fores voar

Quando fores voar
Ao infinito viajar
Subir além de tudo
E em casa chegar
Leve-me junto ao teu pensamento
Não solte minha mão
Mergulho na emoção
De estar por um segundo eterno
De volta ao lar do meu coração
Saudades de casa...


Jacinta Santos
23/09/2017

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Saudade

Dessa moça faceira, sou freguesa sim senhor
Das suas açoitadas no meu coração só recordo a dor
E que dor...
O que tem de faceira, tem de malvada, essa saudade.
E das viagens que me obriga a fazer
Tem uma que me é tão repetitiva que vou sem reclamar
Orgulho coloco logo de baixo do braço
E admito sem pudor que ainda guardo amor 
Por quem logo me deixou
Por encantos mil de um mundo de paixões que passam voando
E não valorizou meu amor. 


Abraços poéticos/Comentário poético na página do amigo, Jasper Carvalho.  http://www.recantodasletras.com.br/frases/6121220
Jacinta Santos
22/09/2017

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Tempo que passa

O tempo não passa, os outros passam por ele
O tempo que vaguei sem parar
De tempos em tempos vem me vizitar
Traz doces recordações e leva suspiros de minha emoções
E passa num quê de querer ficar
E passa num quê de não querer voltar
Vaguei por elevações declinas
Tempo que arrasta imensidão de sensações
Menino pequeno travesso
Homem desbravando conhecimento
Velho sábio, cansado de tanto andar
Mas, que traz no olhar a experiência vivida
Se faz menino, se faz homem...
Envelhece e se renova...
Vaguei, passa, perpassa...
Às vezes penso que você não passa Tempo
Continua como no inicio de tudo
Os outros é quem passam por ti.


Jacinta Santos
18/09/12

Coração Livre

Na companhia do final da tarde
Ao som de uma música romântica
A paisagem se renovando
Renovam-se minhas emoções
Coração voa livre...


Jacinta Santos
18/09/13
Caracaraí - 17h e 50m