Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

domingo, 21 de julho de 2013

Como nasce opoema


O meu poema nasce do amor

Nasce da bela flor

 

Nasce do entardecer

Nasce do escurecer

À noite com suas sombras

Também tem o seu encanto

Nasce do vento que balança

Os galhos das belas plantas

Nasce do brilho mais lindo

Do pratear da lua cheia

Nasce da areia do mar

Nasce também da maré cheia

Nasce do meu olhar

Que avista o encanto

De tudo que a vista alcança.

 

Jacinta Santos
21/07/13

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique há vontade, pode comentar.