Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Recomeço


Passarinho cantou

O raiar do dia anunciou

Cadê meu amor que não me aconchegou?

Minha autoria
Sinto o cheiro da flor

Flor do amor, presença de dor...

Abro todas as janelas do amor

Sinto o perfume das flores

A relva ainda guarda o orvalho da madrugada

Que o calor do Sol vai roubando devagarinho

A brisa da manhã abraça meu corpo

Carinho gostoso

O dia nasceu, sigo sem ti.

 

 

Jacinta Santos

09/12/12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique há vontade, pode comentar.