Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

domingo, 30 de outubro de 2011

Pés descalços

Descendo a ladeira com pressa
Foto retirada do www.dicas 10.com
lá vão eles com os pés descalços
os pequeninos são andarilhos.
Aonde vão com tanta pressa?
Vão buscar alimento pros sonhos.
Vão pescar alimentos pro estômago.
Onde alimentam os seus sonhos?
alimentam nos livros da escola.
Onde pescam alimentos pro estômago?
No riacho que passa no pé do morro.
E se o riacho secar esse ano?
Vão pegar farinha na feira.

Descendo a ladeira com pressa
lá vão eles com os pés descalços,
os pequeninos são andarilhos.
Aonde vão com tanta pressa?
Vão brincar com amigos no riacho,
quando os deveres da escola fizerem.
À tarde quando o sol se for
vão ligeiro comprar querosene,
pro fogo da lamparina não se apagar.

Pés descalços que moram no morro
que descem e sobem de novo.
Aonde vão com tanta pressa?
Vão buscar novos horizontes
para  mudar o destino cruel
que os fazem ser  sofridos de corpos
mas, que não apaga a vontade atravessar os montes
e conquistar  um lugar melhor nesse imenso universo.
Sair de uma vida que mais parece um castigo perverso.
Os pequenos são andarilhos
 que sonham com um mundo possível
e que um dia vão poder calçar os pés calejados
com sapatos comprados com gotas de esperança.
Porque os pequeninos que descem o morro
com os pés descalços,
 são filhos criados com amor e carinho.
São portanto, crianças felizes  e trazem um sorriso no rosto
porque se falta o chinelo, não falta o aconchego do amor.
E se o amor nos faz sonhadores,
faz dos Pequeninos do morro realizadores de


Jacinta Santos
11/10/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique há vontade, pode comentar.