Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Vestido branco

Ouço o canto dos pássaros.
A brisa que toca meu rosto é suave
diminuo os passos
me deixo envolver pelo momento.
Observo a paisagem
Retirada do site litterasandleaves.blogspot.com
quero guardar dentro de mim
essa imagem

Apreço então os passos
abro os braços,
deixo a brisa me envolver por completo
Entregue ao momento
de corpo e de mente

A barra do meu vestido branco está molhada
com o orvalho que cobre a relva pela manhã.
Os pés descalços escorregam pela relva
Ando mais um pouco...um, dois, três passos
E os pássaros que não param de cantar
E a brisa se torna vento que insiste em balançar
O meu vestido branco

Paro, vejo o desfiladeiro
Desço o desfiladeiro com cuidado  
para o meu vestido branco não amassar.                       Jacinta Santos 29/07/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique há vontade, pode comentar.