Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Tempo


Eu sou o tempo! Tempo que passa.
Às vezes ando, às vezes corro, às vezes paro.
Vou passando.
Passo em te como uma brisa.
Brisa suave que te perfuma.
Perfume da rosas.
Sou a primavera que te ronda.
Eu sou o tempo!
O tempo que vai passando.
Toco o teu corpo como uma brisa.
 Tiro a tua roupa como faço com as folhas.
Sou o outono a te afagar.
Vou passando devagar.
Eu sou o tempo!
O tempo que vai chegando.
Trago o desejo de se agasalhar.
Sou o inverno a te abraçar.
Eu sou o tempo! Acabei de chegar.
Sou forte, ardente, sou quente.
Sou o tempo que de tempos em tempos, vem aqui te incomodar.
Fui tempo da primavera, do outono, do inverno e agora sou verão.
Foto retirada do site furtacor.com.br
Eu sou o tempo! E não paro de passar.



Jacinta Santos 16/09/2010

Um comentário:

Fique há vontade, pode comentar.