Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

domingo, 12 de agosto de 2012

Sou negra

Sou negra.
Trago na pele uma mistura da noite.
Tenho no olhar o brilho intenso das estrelas.
Na essência do Ser que sou trago a doce magia de ter sido concebida numa noite sem luar.
Uma mágica explicação para ter uma cor tão misteriosa
Concebida no seio da noite que envolvia os amantes (meus queridos pais, que foram casados por 21 anos até que a morte os separou).
E que me fizeram esse Ser que sou/ Negra/Bela/Negra...



Jacinta Santos
06/08/12

2 comentários:

  1. Olá.

    Parabéns pela teu orgulho de ser quem és!!!
    Parabéns pelo belíssimo texto!!!

    Bom dia.

    ;D

    ResponderExcluir
  2. Tenho todo orgulho do mundo de Ser a pessoa que sou e que me torno a cada dia. Beijos meu amigos. ;D

    ResponderExcluir

Fique há vontade, pode comentar.