Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

domingo, 12 de agosto de 2012

Encontro matreiro


Encontro matreiro

Uma rápida passada de língua nos lábios

Denuncia o encontro aguardado.

Ele apressa o passo na esquina.

Ela desliza fresquinha...

Vai em busca de saciar seu prazer.

Ouve-se um estouro de lâmpada quebrando,

O amante prepara o local para receber a amada.

Ela apressa o passo, ele a puxa para o escuro do muro.


Perdem-se um nos braços do outro...

A saia levantada, os suspiros profundos.

Retirado: recados10.com.br

 

A calça abaixada, a pressa da entrega.

Os corações batendo em descompassos

Os corpos sedentos de prazer

Entregues as delícias carnais

Lábios inchados... Roupa arrumada.

Cada um foi para um lado

Com outro encontro marcado.




Jacinta Santos 
07/08/12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique há vontade, pode comentar.