Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Musicas que escuto

 Essa letra é do meu ex-professor de cyberliteratura  Edgar Borges, foi na aula dele que surgiu esse tão querido blog. Espero que vocês gostem.
 
 
 
 
Encontros

Daquela manhã fria, abandonada
Quando apenas o vento era companhia
E nada mais restava, nada havia

Daquela hora ingrata, introspectiva,
Desconexos pensamentos
Lembranças de amores e tormentos

Daquele tempo pouco resta agora
Sentados no bar bebendo vinho
Comentando como é ser sozinho

Idéias pairando sobre o tudo e o nada
Sugerindo ficar mais ou encher de amor a madrugada

O dia nasceu preguiçoso no leste
Trazendo uma manhã silenciosa e fria
E o vento espantando um pouco da melancolia.

Idéias pairando sobre o tudo e o nada
Sugerindo ficar mais ou encher de amor a madrugada

Um comentário:

  1. NOVO OLHAR SOBRE A MATEMÁTICA,
    http://www.ufpa.br/beiradorio/novo/index.php/leia-tambem/124-edicao-93--abril/1189-novo-olhar-sobre-a-matematica

    ResponderExcluir

Fique há vontade, pode comentar.