Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Entrega


Te vejo, desejo, te sinto
Meu toque, teu toque nós em um recinto
Te espero, te levo e domino
Como é doce esse meu engano.
É você quem chega
Leva-me e domina
Não resisto e me entrego sem reservas
É segredo, é secreto, é aberto,
Para nós é sim sem reservas.

Jacinta Santos

Um comentário:

  1. Publicada no Jornal FOlha de Boa Vista em 17 de fevereiro de 2011.

    ResponderExcluir

Fique há vontade, pode comentar.