Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

sábado, 20 de abril de 2013

A noite não trouce você

Tendo a noite como companheira
Meu coração chora sua falta
Aonde estão teus abraços?
Quem ganha teu meigo olhar?
Meu corpo sente um frio enorme
Acostumou-se a ter você para aquecê-lo
Os passos repetidos pela casa estou só
Minha pele arrepia de tanto frio
Chego a pensar que ouvi sua voz
Engano, você não veio...
Minha boca seca a espera
Dos teus beijos molhados...
Uma vontade que consome meu Ser
Vontade de você...
A noite passa, leva meus passos
E não trouce você.

 
 
noauge4ponto0.blogspot.com
 


Jacinta Santos
20/04/13


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique há vontade, pode comentar.