Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

domingo, 20 de maio de 2012

OLHOS VERDES ESMERALDAS


Lembra quando a distância não era o impe cílio e sim a motivação?

Quando colhia flores no caminho para enfeitar os cabelos da amada?

E, que em cada parada para merecido descanso um sorriso iluminava teus lábios

Ao lembra que a jornada logo findaria e veria os olhos verdes esmeraldas?
enigmadossonhos.blogspot.com
Aonde foi parar aquele encanto        

Que te levava aos cânticos?

Que te fez versejar doces palavras de amor?

Terá a distância se tornado impe cílio

Para teu amor percorrer os vastos campos

E se deleitar nos braços do ser amado?

E, a motivação? Aonde  terá ido parar afinal?





Jacinta Santos

23/04/12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique há vontade, pode comentar.