Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

terça-feira, 21 de junho de 2011

Amor verdadeiro


A água que leva, perguntei. Por que levastes aquele que amo?
Ao fogo que queima, perguntei. Por que tuas labaredas não
queimam mais que as chamas que ardem dentro do meu peito?
Ao tempo que passou, perguntei. Por que não passou a minha solidão?
Ao amor que restou, perguntei. Por que insistes em ficar atrelado em meu coração?
Esse amor então me respondeu. Por que sou um sentimento verdadeiro, e, se estou agregado ao teu coração é por que tens uma capacidade incrível de conquistar, acredite em você.
Jacinta Santos 22/06/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique há vontade, pode comentar.