Poetizar

Poetizar
Às vezes faço versos, às vezes me faço versos!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Fuga


Fuga do tempo, que te leva sempre de encontro a ele.
Portanto, Pra quê a fuga?
Fuga do sofrimento, que só passa com a superação da dor.
Então te pergunto, pra quer a fuga?
Fuga de te,
Por quer estando em te
Está com ele. 
Portanto, foge.
E essa fuga que te sufoca
Te leva sempre
Para o refúgio dos braços dele.
Jacinta Santos
13/12/2010

Um comentário:

Fique há vontade, pode comentar.